Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do Dia

A cançonetista Maria José Valério morreu esta manhã, aos 87 anos, vítima de COVID-19.
Maria José Valério fica irremediavelmente ligada ao universo leonino, com a música que ainda hoje é celebre no mundo do leão: “Marcha do Sporting”, cantada pela primeira vez em 1950 e que será certamente eterna!

Maria José Valério era uma apaixonada pelo Sporting, paixão que levava ao extremo até pelo facto de usar madeixas verdes no cabelo e vestir-se habitualmente em tons de verde.
Apesar desta música ser conhecida por muitos como o Hino do Sporting, isso não corresponde à verdade. O Hino do Sporting data de 1956 e foi escrito por Ramiro Guedes de Campos e cantado por Maestro Flaviano Rodrigues.Para os mais curiosos, este artigo mostra o porquê desse hino ser poucas vezes cantado e (muito) mais ouvido a marcha de Maria José Valério. Certamente, agora muito mais…
À família enlutada e amigos, os nossos pêsames. Deixará um ENORME vazio no Sporting, mas também no desporto português em geral, faz parte da história do nosso futebol.
Que descanse em paz.

Entretanto, os leões já reagiram ao desaparecimento da “sportinguista de coração”
Comunicado do Sporting:
“O Sporting Clube de Portugal manifesta o seu pesar pela morte de Maria José Valério Dourado, que faleceu, nesta quarta-feira, aos 87 anos.
Voz inconfundível e imagem singular, Maria José Valério, como era artisticamente conhecida, interpretou várias canções e deu voz à Marcha do Sporting.
A artista, Sportinguista de coração, marcava presença em Alvalade sempre que podia e participava em várias das festas Leoninas espalhadas pelo País.
Aos familiares e amigos, o Sporting CP manifesta o seu mais profundo pesar, não deixando de enaltecer e agradecer os anos de amor e dedicação ímpar de Maria José Valério ao Clube.

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias do Dia